Ainda sem estrear oficialmente no Botafogo, o peruano Alexander Lecaros disse que o calor e o biotipo físico foram os principais empecilhos até aqui em sua primeira experiência no futebol brasileiro.

Segundo informações, os preparadores físicos do Botafogo têm feito um trabalho especial com o peruano para ganhar mais massa muscular. Lecaros está com apenas 20 anos.

– Cheguei aqui e vi todos muito fortes, com muita massa muscular, e eu me via fraco, magrinho… O calor também me prejudicou, porque nunca havia treinado com tanto calor, aqui é muito quente – afirmou Lecaros ao canal peruano “DirecTV”.

Em quarentena assim como todos os jogadores do elenco alvinegro, Lecaros traçou como principal meta obter mais rapidamente o condicionamento físico, conseguir uma vaga na equipe titular do Botafogo e chegar à seleção do Peru.

– Sabia que minha hora iria chegar, mas veio a pandemia. Agora é recuperar tudo que perdemos nessa quarentena, depois tratar de ganhar a titularidade, é tudo o que quero agora, para chegar mais longe e depois conseguir chegar à seleção. Que jogador não quer servir à seleção? É uma das minhas metas também, é um sonho – afirmou.

Cachorrinho novo e dicas da mãe

Para passar a quarentena sozinho no Rio de Janeiro, longe da família e da terra natal, Lecaros contou que comprou um cachorrinho – chamado Río – e pegou dicas com a mãe para cozinhar e se alimentar melhor.

– Vinha conversando com meus pais sobre esse tema (comida), nunca passou pela minha cabeça que aconteceria algo assim. Mas estou levando bem, nos primeiros dias olhava para cozinha e pensava: “O que que eu faço?” Depois, comecei a ligar pra minha mãe, e ela foi ajudando – disse.

Lecaros chegou com muita expectativa da torcida do Botafogo no início do ano, contratado junto ao Real Garcilaso, porém só esteve em campo no amistoso de pré-temporada, contra o Vitória-ES. Em nove partidas oficiais, ele ficou no banco e não entrou.

Fonte: DirecTV Perú