Em reunião nesta noite (25) com dirigentes dos clubes das Séries A e B, a CBF (Confederação Brasileira de Futebol) projetou o início do Brasileirão no fim de semana dos dias 8 e 9 de agosto. A ideia é que a competição tenha início mesmo sem o término dos torneios estaduais.

Ainda de acordo com a projeção da entidade maior do futebol nacional, a competição se encerraria no início de fevereiro de 2021.

A informação foi confirmada à reportagem do UOL por diversos dirigentes envolvidos no encontro. A maioria se mostrou favorável à ideia da entidade.

Os clubes paulistas debateram o fato de jogarem Estadual e Brasileiro ao mesmo tempo, pediram mais conversas sobre o dia específico de início do torneio, mas sinalizaram topar a competição já em agosto.

Cautelosa, a confederação frisava a todo instante que se tratava de uma ideia e que tal projeção só poderá ser concretizada em caso de manutenção dos cenários previstos para os Estaduais – além, é claro, do acompanhamento da evolução da pandemia do novo coronavírus no país.

Paulistas preocupados
A decisão não agradou de imediato os clubes do estado de São Paulo, que pretendem retomar o Paulistão apenas em agosto, 30 dias após o início dos treinamentos. Com o Brasileiro se iniciando logo no segundo final de semana do mês, eles projetam um cenário prejudicial em termos de ritmo de jogo.

Por causa da pandemia, cada estado tem regras diferentes para a liberação das atividades. O Atlético-MG, por exemplo, já treina apenas a parte tática há três semanas.

Fonte: UOL