Grande esperança do clube para reerguer e retomar seus dias de glórias, a Botafogo S/A está muito próxima de sair. O técnico Paulo Autuori, durante o programa “Bem, Amigos”, do “SporTV”, revelou estar até surpreso pela velocidade dos avanços do projeto, que vai separar o futebol das demais áreas e permitir o aporte de investidores.

– Vivi período de transição dos clube portugueses em sociedades, o Governo entrou, o passivo ficou zerado. Aqui no Brasil há lei de responsabilidade fiscal, mas não é aplicada. Dois ex-presidentes do Benfica foram presos por gestão irresponsável. O modelo do Botafogo vai terceirizar o departamento de futebol, já está aprovado pelo Conselho Deliberativo, de repente vai acontecer muito antes do que se imaginava, talvez mais para o início do segundo semestre do que para o fim. O Botafogo depende muito disso para ser viável em relação ao seu futebol – declarou Paulo Autuori.

O treinador comentou o projeto da Botafogo S/A, visto como uma oportunidade ímpar de mudança.
– O Botafogo está a trabalhar por essa mudança, investidores vão entrar, vai ter CEO e gerências. O futebol vai ficar à parte do clube social. Vai possibilitar um alívio em relação a situações de bloqueio de receitas que tem. Para o Botafogo e, quiçá para alguns clubes, é a realidade para ter algo mais consentâneo à história. É inexorável, está muito próximo de acontecer, vai ser um novo momento para a instituição – finalizou.

O Botafogo já tem investidores e o dinheiro para a S/A, segundo o ex-presidente Carlos Augusto Montenegro. Falta resolver as pendências burocráticas.

Fonte: SporTV