Babi. Botafogo x Fluminense pela Taca Gerson e Didi no Estadio Nilton Santos. 01 de Agosto de 2020, Rio de Janeiro, RJ, Brasil. Foto: Vitor Silva/Botafogo. Imagem protegida pela Lei do Direito Autoral Nº 9.610, DE 19 DE FEVEREIRO DE 1998.

Depois de três jogos passando em branco, o Botafogo voltou a marcar e ficou no empate em 1 a 1 com o Fluminense neste sábado, no Estádio Nilton Santos, no segundo amistoso válido pela Taça Gerson e Didi. Matheus Babi, uma das novidades neste meio de ano, fez o gol do Glorioso, que estreia no próximo fim de semana no Campeonato Brasileiro.

Com muita velocidade, o Botafogo começou acelerando o jogo e dominando o Fluminense. Novidade na equipe, o garoto Rhuan foi uma das figuras mais perigosas. Logo aos cinco minutos, ele foi lançado entre os zagueiros, passou pelo goleiro Muriel, mas ficou sem ângulo e rolou para trás para Pedro Raul chutar em cima da defesa tricolor. Depois, aos 11, Rhuan levou perigo num chute com muita força, para fora.

O Fluminense só foi chegar com perigo aos 22 minutos, em finalização de Evanilson. A partida ficou um pouco mais travada na segunda metade da etapa inicial, mas o Fogão teve a chance de ir para o intervalo vencendo. Aos 44 minutos, Pedro Raul soltou a bomba, Muriel espalmou para frente e Luis Henrique tentou no rebote, mas o goleiro tricolor evitou o gol com o pé.

O jogo continuou meio feio no segundo tempo, e o Fluminense conseguiu sair na frente: Evanilson recebeu de Marcos Paulo e chutou com muita força, vazando Gatito e marcando 1 a 0. Porém, o Botafogo conseguiu voltar a marcar um gol após 337 minutos com um jogador recém-chegado: Bruno Nazário cruzou e Matheus Babi se esticou para marcar seu primeiro com a camisa alvinegra e fazer 1 a 1.

Nos acréscimos, Caio Alexandre ainda quase virou o jogo num forte chute de fora da área, mas Muriel salvou. Aos poucos, o Fogão vai se acertando.

Próximos jogos

Agora não tem mais amistoso, só jogo à vera. No próximo domingo, o Botafogo estreia no Campeonato Brasileiro, às 11h, no Estádio Nilton Santos, diante do Bahia. Depois, vai até Bragança Paulista para encarar o Red Bull Bragantino, na quarta-feira seguinte, às 20h30.

FICHA TÉCNICA
BOTAFOGO 1 X 1 FLUMINENSE

Estádio: Nilton Santos
Data-Hora: 1/8/2020 – 19h
Árbitro: Paulo Renato Moreira da Silva Coelho (RJ)
Assistentes: Wallace Muller Barros Santos (RJ) e Rafael Sepeda de Souza (RJ)
Renda e público: Portões fechados
Cartões amarelos: Rhuan, Victor Luis, Caio Alexandre, Guilherme Santos e Rafael Forster (BOT); Yuri e Digão (FLU)
Cartões vermelhos: Yuri 30’/2ºT (FLU)
Gols: Evanilson 11’/2ºT (0-1) e Matheus Babi 21’/2ºT (1-1)

BOTAFOGO: Gatito Fernández; Barrandeguy, Marcelo Benevenuto (Rafael Forster 31’/2ºT), Kanu e Victor Luis; Caio Alexandre, Honda (Luiz Otávio 18’/2ºT) e Bruno Nazário (Lecaros 31’/2ºT); Rhuan (Guilherme Santos 14’/2ºT), Pedro Raul (Matheus Babi 18’/2ºT) e Luis Henrique – Técnico: Paulo Autuori.CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

FLUMINENSE: Muriel; Gilberto, Digão, Nino e Egídio; Yuri, Dodi (André 42’/2ºT) e Michel Araújo (Calegari 47’/2ºT); Nenê (Miguel 26’/2ºT), Evanilson (Wellington Silva 13’/2ºT) e Marcos Paulo (Caio Paulista 37’/2ºT) – Técnico: Odair Hellmann.

Fonte: Fogão 24 Horas