Auxiliar do técnico Paulo AutuoriRenê Weber foi quem esteve comandando o Botafogo na beira do gramado na goleada sobre a Cabofriense por 6 a 2 na manhã deste domingo, no Estádio Nilton Santos. Ele foi só elogios aos jogadores do Botafogo e exaltou a intensidade demonstrada pela equipe mesmo com apenas uma semana de treinos após três meses de interrupção por conta da pandemia.

– Impossível em uma semana alguém atingir seu ápice físico, técnico ou tático. Entramos fortes mentalmente no jogo, definindo nosso comparamento como equipe. Com três meses de parada não dá para exigir nada além do que apresentaram hoje, eles foram no limite, além do que a gente esperava. Temos que parabenizar os jogadores, porque atuamos às 11h da manhã com uma temperatura elevada e conseguimos manter por grande parte do jogo uma intensidade boa e um nível de jogo interessante. Só tenho a elogiar – disse Renê.

Com a vitória, o Botafogo ultrapassou o Boavista nos critérios de desempate e assumiu a vice-liderança do Grupo A da Taça Rio, entrando na zona de classificação para as semifinais. A necessidade de vencer e por uma boa margem de gols foi um dos motivos levados para a comissão técnica alvinegra elaborar a estratégia para o duelo deste domingo.

– Quando a Cabofriense fez o segundo gol, naquele momento estávamos um pouco atrás e nossa ideia é entrar entre os quatro (classificados) e depois tudo pode acontecer. Sabíamos disso, por isso a ideia de pressionar desde o começo, não deixar o adversário jogar e tentar fazer o maior número de gols para se precisar de saldo na frente. Agora depende da gente na quarta-feira, independente do Boavista – ressaltou.

O Botafogo enfrenta a Portuguesa quarta-feira, na Ilha do Governador, enquanto o Boavista vai visitar o já classificado Flamengo no Maracanã. A equipe alvinegra está à frente do clube de Bacaxá no número de gols marcados. Portuguesa e Bangu, ambos com quatro pontos, também têm chances de classificação, porém mais remotas.

‘Cumprimos nossas obrigações’

O Botafogo entrou em campo sob protesto pelo retorno dos jogos em meio à pandemia do novo coronavírus – o Rio de Janeiro é o único Estadual do país que já recomeçou. Apesar da briga nos bastidores e da insatisfação com a Federação, Renê Weber ressaltou o papel institucional do Glorioso neste domingo.

– O todo foi muito bom, podemos perceber que uma semana de treinos é muito pouco, é impossível. Sempre foi falado em três semanas como prazo ideal, mas o Botafogo segue o regulamento. Independente do que acontece, cumprimos com nossas obrigações como instituição. Nós da comissão e jogadores nos empenhamos ao máximo. Fiquei satisfeito, não houve lesão e a intensidade foi boa dentro do possível – finalizou.

Fonte:Redação FogãoNET