Botafogo defende adequação do calendário brasileiro ao europeu após parada pelo coronavírus

Botafogo defende adequação do calendário brasileiro ao europeu após parada pelo coronavírus

Em meio à paralisação do futebol por causa da pandemia do novo coronavírus, o Botafogo tem uma posição firme sobre a adequação do calendário brasileiro ao europeu, informa o jornal O Globo neste domingo.

Carlos Augusto Montenegro, membro do conselho gestor de futebol do Botafogo, sugere que o Campeonato Brasileiro seja disputado de 15 de agosto a 30 de maio – antes disso, seriam concluídas as competições de 2020 pendentes, como os Estaduais.

– É uma oportunidade para o Brasil entrar no primeiro mundo. Sair da contramão. Seria um ato de grandeza da CBF. Isso deve ser proposto para o bem do futebol. Vamos buscar novos recursos começando com um novo calendário. Nós já fazemos pré-temporada em janeiro. Não tem essa desculpa do calor. E hoje, em junho, julho, tem jogo no Nordeste com 30, 32 graus – disse Montenegro.

Respaldado pelo presidente Nelson Mufarrej, Montenegro também propõe boa parte das férias dos atletas no fim do ano, de 20 de dezembro a 15 de janeiro, em meio ao Brasileirão. A semana de férias restante seria no começo de junho do ano seguinte.

Segundo a reportagem, o debate ainda está no começo. O Flamengo também defende a mudança no calendário brasileiro. Rogério Caboclo, presidente da CBF, diz que um consenso hoje está longe de ocorrer.

Fonte:O Globo Online