Em carta, irmãos Moreira Salles deixam claro que não querem ser donos do Botafogo

Em carta, irmãos Moreira Salles deixam claro que não querem ser donos do Botafogo


Bilhete foi enviado ao clube junto com auditoria feita pela Ernst & Young; em entrevista ao jornal Folha de São Paulo, João diz que intenção dos empresários foi indicar possíveis saídas

 

O estudo encomendado junto à Ernst & Young poderá ser a única contribuição dos Moreira Salles ao projeto Botafogo S/A. Ao jornal Folha de São Paulo, João Moreira Salles disse que os empresários não pretendem se tornar acionistas do clube.

- O que meu irmão e eu fizemos foi apenas contratar um estudo sobre a situação do clube, um diagnóstico dos problemas, seguido de indicações de possíveis saídas. Recebemos o trabalho e o passamos à diretoria do Botafogo.

+ Mufarrej encoraja projeto dos Moreira Salles: "Pelo Botafogo, fico em 10º plano"

Ao encaminharem o documento ao Botafogo, João e Walter enviaram junto uma carta, na qual esclarecem não terem a intenção de assumir o clube.

O estudo prevê uma mudança no modelo atual de gestão do clube com a criação de uma SPE (Sociedade de Propósito Específico). Para isso, será necessária uma alteração no Estatuto do Botafogo. O assunto será discutido em reunião do Conselho Deliberativo em setembro.

Veja a carta enviada ao Botafogo pelos irmãos:

"Nosso compromisso com o Botafogo cessa com a entrega do estudo. Não temos projetos políticos pessoais em relação ao Botafogo. Não seremos candidato a nada, tampouco temos predileção para que o clube se torne isto ou aquilo – seja agremiação sem fins lucrativos, clube social, fundação ou empresa. Acima de tudo, não queremos ser donos do clube. Se essa possibilidade surgisse graças a mudanças no estatuto, nem assim nós a perseguiríamos. Nossa única intenção ao contratar a EY foi entregar ao Botafogo um roteiro realista dos caminhos possíveis a serem percorridos. A partir daí, caberá ao clube, e só a ele, definir o seu futuro".

 

FONTE; GLOBO.COM