Botafogo vai entrar com representação na CBF, Precisa de mais quantos árbitros para dar pênalti?

 Botafogo vai entrar com representação na CBF, Precisa de mais quantos árbitros para dar pênalti?

 

 Botafogo reclama da arbitragem e dos 'gols bestas' sofridos pelo time
Jogadores do Glorioso criticaram a arbitragem comandada por Ricardo Marques Ribeiro; gol de empate vascaíno foi resultado de um vacilo na marcação do zagueiro Carli

Ao menos duas jogadas geraram reclamações de pênaltis não marcados a favor do Botafogo, no clássico desta terça-feira, com o Vasco. Num lance, Ramon levou Kieza ao chão quando puxou o atacante pelo ombro direito; noutra jogada, Yago Pikachu teria encostado com um dos braços na bola. Em nenhuma das jogadas o árbitro Ricardo Marques Ribeiro (Fifa/MG) viu irregularidade. Rodrigo Pimpão foi o primeiro a reclamar, mas ponderou também a bobeada na jogada que resultou no gol de empate vascaíno.

- Não sei como os árbitros estão levando essa situação de quando a bola bate na mão dentro da área. A bola, nitidamente, pegou na mão do Pikachu, mas a decisão é deles (dos árbitros). Teve o lance do Kieza também... não queríamos o empate, mas temos que melhorar e não levar gols bestas como estamos tomando - clamou o atacante.

O autor do gol botafoguense, Luiz Fernando, entendeu que o Glorioso foi superior e criticou a arbitragem. E já mirou o próximo jogo, contra o Ceará, na próxima segunda-feira.

- Sim, nós criamos mais chances, tiveram dois pênaltis. No lance do Pikachu, o juiz não deu nada. Chegamos muito, tivemos oportunidades. Agora, temos que trabalhar. Temos um jogo difícil contra o Ceará. Graças a Deus, consegui acertar aquele chute - agradeceu.

 FONTE; LANCENET