Com a base em renovação, atacantes do sub-15 do Botafogo se destacam

 Com a base em renovação, atacantes do sub-15 do Botafogo se destacam
Oito jogadores chegaram recentemente para a equipe sub-20. Mas são jogadores mais novos que chamam atenção para anos posteriores do time profissional do Glorioso

Enquanto o time profissional vive a ressaca pós-eliminação na Copa Sul-Americana e a expectativa de se afastar mais ainda da zona de rebaixamento, a base do Botafogo se movimenta. Diferentes categorias têm diferentes desempenhos, mas o momento é de esperança. Só no mês passado, oito atletas foram apresentados visando à equipe sub-20. Mas é no time sub-15 que estão duas as maiores promessas atuais: Matheus Nascimento e Jhonnatha.

Os dois atacantes frequentemente utilizados na categoria, apesar de terem ainda 14 anos. Mas já foram convocados, este ano, para as três oportunidades possíveis para a Seleção Brasileira. Todavia, o gerente geral da base alvinegra, Tiano Gomes, prega paciência.

- Ter dois jogadores na Seleção sub-15 é uma alegria muito grande, mas sabemos que temos que ter os devidos cuidados para que eles permaneçam se desenvolvendo. Eles têm 14 anos, mas jogam no sub-15. Resolvemos levá-los à categoria acima e eles tiveram uma adaptação rápida. Temos que ter o cuidado com a conversa e com trabalho interdisciplinar - explicou o dirigente ao LANCE!.

Os números da dupla no ano (pelo Botafogo):
- 12 gols e 9 assistências para Jhonnatha;
- 12 gols e 5 Assistências para Matheus. 

Os oito mais recentemente contratados para a base alvinegra se destacaram no estado do Rio e até fora, e chegaram ao Glorioso com o objetivo de reforçar, especialmente, a categoria sub-20. Vale lembrar que o Glorioso foi campeão brasileiro de juniores em 2016, com uma geração de atletas que hoje está no time profissional: Marcinho, Bochecha e Matheus Fernandes são alguns.

Para as próximas competições o técnico de juniores, Anthoni Santoro, terá: o goleiro João Henrique, o lateral-direito Nicholas e o volante Pedro Paulo (os três têm 19 anos), os meias Israel Duarte e Vinicius Foguinho (ambos de 18 anos) e o atacante Pedro Lucas também de 18 anos. O volante Rafael e o atacante Luis Henrique também, e ambos ainda têm 17 anos.

- Eles são para reforçar. Tínhamos o Barroca (Eduardo, que foi para o Corinthians) e, com a mudança de treinador e alguns jogadores que saíram, por não vermos expectativa de projeção, trouxemos estes novos atletas - completou Tiano Gomes.

FONTE: LANCENET