VOA, GAROTO! André Ludegards é convocado para a Seleção Brasileira Sub-21 de Vôlei

 VOA, GAROTO! André Ludegards é convocado para a Seleção Brasileira Sub-21 de Vôlei 

Eleito o melhor jogador da final do Campeonato Carioca, o ponteiro André Ludegards foi convocado para a Seleção Brasileira Sub-21 de Vôlei na noite da última quinta-feira, dia do seu aniversário. A equipe é comandada pelo bicampeão olímpico Giovane Gávio, que também é técnico do Sesc-RJ, e disputará o Sul-Americano em outubro.

Recém-chegado a General Severiano, o paraense foi conquistando sua vaga aos poucos no time Juvenil do Glorioso e, mais adaptado, conquistou a confiança do técnico Walner Santos para ser titular do Adulto no Estadual. Além da grande atuação no sábado, o atleta já tinha mostrado seu poder de decisão no título da Copa Cidade Maravilhosa, em julho. Em entrevista, André relembrou as partidas importantes que fez pelo Alvinegro e revelou as expectativas para o futuro. 

ADAPTAÇÃO

- Foi difícil, mas faz parte. Estava parado, sem ritmo e a galera num nível muito à frente. Aos poucos eu fui recuperando minha forma, evoluindo e me adaptando. O time é bem unido, tá sempre junto, esse ambiente amigável também foi fundamental para eu me reencontrar e jogar um bom voleibol.

COPA CIDADE MARAVILHOSA

- Já tínhamos perdido para o Cruzeiro na primeira fase e sabíamos que era preciso fazer mais. Entramos com uma proposta diferente, deu certo, chegamos a estar perto de fechar em 3 sets a 1, mas eles reagiram. No início do tie-break, eu tive a felicidade de fazer uma sequência forte de saques e praticamente resolver o jogo. Foi uma conquista pra guardar com carinho na memória, um título nacional sobre um time que é referência no vôlei.

SAQUE

- É um dos fundamentos que eu mais trabalho e sei que pode me proporcionar um grande salto técnico. Desde os 15 anos eu já queria fazer o mais difícil (risos) e comecei a treinar o viagem. Trato como uma prioridade, sempre treino um pouco mais e me dedico bastante pra chegar nos jogos e fazer a diferença.

ESTADUAL ADULTO

- Fizemos uma campanha muito boa. Fomos além do que muita gente esperava, principalmente depois que entrou o Juiz de Fora. Mas aqui nunca mudou nada, sempre acreditamos bastante, trabalhamos certo e nos classificamos com três vitórias. Contra o Sesc-RJ foi um jogo muito duro, enfrentamos um time que foi montado pra ser campeão da Superliga de igual pra igual e perdemos nos detalhes, por 28 a 26 no quarto set.

MELHOR DA FINAL

- Sensação única. Foi minha primeira oportunidade de jogar nesse nível e já consegui ser eleito o melhor da partida. Só queria aproveitar o momento da melhor forma possível e jogar com coragem. Quando ataquei a primeira pipe (do fundo pelo meio) a confiança subiu muito, era uma bola que estávamos ajustando no treino, mas não vinha dando muito certo. Percebi que poderia ajudar mais o time e, consequentemente, chamei a responsabilidade.

CONVOCAÇÃO

- Melhor presente de aniversário possível. Receber essa notícia foi maravilhoso. Tenho que agradecer a Deus, que sempre me ilumina nos momentos difíceis do jogo ou da vida, e ao Botafogo por ter acreditado em mim. Quero aproveitar o momento em Saquarema naturalmente, estarei cercado de ótimos jogadores, profissionais e estrutura. Mas vou lá pra conquistar meu espaço.

PLAYOFFS DO ESTADUAL JUVENIL

- Nosso time é muito bom, a partir da semifinal da Cidade Maraivlhosa encontramos o equilíbrio e seguimos em evolução a cada partida. As expectativas são as melhores e estaremos prontos para conquistar o tricampeonato. Todos querem ganhar do Botafogo de qualquer forma, é o time que vem dominando o Rio e, do lado de cá, a gente precisa ter calma para botar nosso melhor jogo em quadra.

 FONTE: BOTAFOGO