Neymar, Lahm. Sonhos e inspirações que promessa da base do Botafogo leva na bagagem para a Europa

 Neymar, Lahm. Sonhos e inspirações que promessa da base do Botafogo leva na bagagem para a Europa
Contratado por empréstimo pelo Lille, da França, lateral Fernando, de apenas 19 anos, traça suas metas e objetivos para os próximos 11 meses: “Evoluir e crescer profissionalmente”

Sem mesmo ter participado de uma partida pelos profissionais do Botafogo, o jovem Fernando chamou a atenção do Lille, da França, e vai jogar no futebol campeão mundial até julho de 2019. Entusiasmado com a oportunidade, ele não vê a hora de entrar em campo e, quem sabe, enfrentar o compatriota Neymar.

- Imagino o tempo todo (enfrentar Neymar). Jogar contra um dos melhores jogadores do mundo seria uma realização para mim. Uma experiência única, vivenciar uma escola de futebol diferente, uma cultura diferente. Jogar em um liga que vem crescendo cada vez mais, em um país que acaba de ser campeão do mundo. Isso é um sonho para qualquer um, para mim também.

O fato de ainda não ter atuado profissionalmente não chega a assustar o jogador. Fã do ex-lateral alemão Philipp Lahm, ele diz que ganhou muita experiência treinando na equipe de cima.

- Encaro com normalidade, pois, embora não tenha atuado pelo profissional do Botafogo, eu vivenciei bastante o ambiente do profissional, fui (relacionado) para diversas partidas.

Questionado se mira uma longa permanência na Europa ou prefere uma volta ao Botafogo após o término do empréstimo para escrever uma história no clube que o revelou como profissional, disse não fazer planos para o futuro por enquanto.

- Meu foco no momento é fazer um bom trabalho aqui (no Lille), evoluir e crescer profissionalmente. No momento, eu tenho isso traçado como objetivo.

O contrato de Fernando Peixoto Costanza, que tem cidadania italiana, com o Botafogo é válido até 31 de dezembro de 2020. No fim do empréstimo, em julho do ano que vem, o Lille terá o direito, se achar válido, de adquirir os direitos econômicos do brasileiro exercendo a opção de compra.

FONTE; GLOBO.COM