PRONTO PARA DOMINAR! Ralfi Ansaloni quer estender o bom momento no garrafão

 PRONTO PARA DOMINAR! Ralfi Ansaloni quer estender o bom momento no garrafão 


Um dos atletas mais experientes no basquete alvinegro, Ralfi Ansaloni tem 31 anos e é uma das lideranças do Glorioso dentro e fora de quadra. O pivô já se mostrou peça fundamental no amistoso da última segunda-feira, quando o Botafogo venceu a Seleção Universitária dos Estados Unidos por 80 a 51.

Imponente no garrafão com seus 2.11m, Ralfi vem aumentando suas marcas nas últimas temporadas e terminou o NBB 10 como 3° maior reboteiro. Em entrevista, o atleta comentou sobre as expextativas do time, marcas indivisuais, superação e se mostrou ansioso para mostrar serviço pelo Alvinegro.

MOMENTO

- Estou num dos melhores momentos da minha carreira e vim alcançar objetivos ainda maiores. Venho numa crescente desde o Minas, depois fui para o Pinheiros, vivi boas temporadas e alcançamos uma semifinal de NBB. Chego ao Botafogo muito confiante para buscar grandes conquistas e representar bem esse clube centenário, que já foi muito vitorioso a nível nacional e quer recuperar essa tradição.  

MOMENTO INESQUECÍVEL

-  Nossa virada contra o Flamengo no NBB 9!  Eles botaram 2 a 0 na série, jogavam em casa e tinham o favoritismo. Era vencer ou ser eliminado, mas ao mesmo tempo botamos na cabeça que a maior responsabilidade era deles e tínhamos que jogar com naturalidade. Botamos muita garra, determinação e deixamos o jogo fluir. Vencemos no Tijuca, empatamos a série no Pinheiros e conseguimos fechar na casa deles. Foi incrível, levo isso comigo até hoje!  

ENSINAMENTO

- Depois daquela série, passei a olhar os jogos de outra forma e acreditar muito mais nas viradas. Enquanto o cronômetro não zerar, o jogo não acabou. Já vi companheiro abaixar a cabeça e achar que o jogo acabou por estar 10, 15 pontos atrás, mas depois daquilo me sinto na obrigação de passar a confiança e fazer o grupo lutar até o final para reverter a situação. 

AMISTOSO DA ÚLTIMA SEGUNDA

- Foi um teste muito bom, a gente preisava desse jogo. No fim das contas, acredito que foi melhor do que eu imaginava. Conseguimos colocar em prática todas as ideias do Léo, encaixamos bem as situações que estamos treinando e isso facilitou bastante. Estamos mais confiantes agora, percebemos que estamos no caminho certo e temos tudo pra chegar longe com muita dedicação.

EXPECTATIVA 

- É uma das melhores possíveis! Estou vindo numa crescente muito boa e venho pra agregar qualidade e experiência. O time é jovem, tem bom porte físico e controle emocional. Estou doido pra começar o campeonato logo, botar nosso jogo em prática e acabar com a ansiedade.

LIDERANÇA 

-  Está bem dividida. Eu tenho um pouco mais de experiência, mas temos jogadores bem rodados, que jogaram em times de ponta e até seleção brasileira. Isso é muito importante pra formar uma equipe vencedora, ter atletas dispostos a ajudar o tempo todo, se comunicar e cobrar quando for preciso.   

REBOTES

Nos últimos anos, eu venho brigando por ser o maior reboteiro do campeonato e estou sempre ali batendo na trave. A meta é continuar lá em cima, alcançar por esse objetivo pessoal, que é fundamental para o coletivo. Garantir nossa segunda chance de ataque e não permitir que o adversário tenha ajuda demais e faz toda diferença nos jogos acirrados. Dominar os rebotes é o meu objetivo em quadra! Fazer pontos também é importante, mas depende das circunstâncias.

O Botafogo estreia no Campeonato Estadual no dia 18, em General Severiano, contra o Flamengo.

 FONTE; SITE BOTAFOGO