Com sete campos, projeto do futuro CT do Botafogo é apresentado ao clube

 Com sete campos, projeto do futuro CT do Botafogo é apresentado ao clube
A Tecnoplano apresentou o projeto preliminar do CT. A revisão está sendo feita pela diretoria. O projeto final deve ser definido até o fim do mês. A planta prevê 7 campos. Algumas demolições no local já foram feitas. Intenção segue sendo utilizá-lo na pré-temporada em 2019

Obras devem começar em setembro e objetivo e levar a pré-temporada de 2019 para o local.

Depois de muitos estudos, o projeto final do futuro Centro de Treinamentos do Botafogo foi apresentado oficialmente no fim da manhã desta terça-feira ao clube. Contratada para tal, a empresa portuguesa Tecnoplano trouxe uma planta de primeira linha com sete campos, sendo que três oficiais de grama natural para os profissionais, três semioficiais para a base e outro semioficial, que poderá ser sintético.

Desde o início, o objetivo do Botafogo era ter um Centro de Treinamento que integrasse os meninos da base aos profissionais e isso está cada vez mais próximo de acontecer.

Investimento detalhado

A operação de compra do CT, aprovada em julho do ano passado no Conselho Deliberativo, terá um custo total de R$ 25 milhões pagos pelos irmãos Moreira Salles, que serão ressarcidos em um prazo de 30 anos, em 360 parcelas corrigidas pelo IPC (Índice de Preços ao Consumidor).

Do montante, foram R$ 20 milhões para adquirir o terreno e outros R$ 5 milhões para realizar melhorias no local. Porém, o custo aumentou em R$ 300 mil para comprar a parte do terreno que estava como posse, com isso sobrarão R$ 4,7 milhões para reformas.

Em caso de inadimplência do clube, os irmãos poderão romper o contrato, restituindo tudo pago com desconto de 10%. Também será obrigatório a construção de uma escola no complexo.

No acerto está previsto que 20% dos jogadores da base que vierem a ser negociados serão destinados aos financiadores para amortizar a dívida. Só vale para vendas após a assinatura.

O Espaço Lonier fica em Vargem Pequena, possui 200.000 m² e sua estrutura atual já oferece auditório, vestiários, restaurantes, além de um hotel com 40 quartos com capacidade para receber até 180 pessoas.

As acomodações foram reformadas pelos americanos, que usaram o local nos Jogos Olímpicos Rio 2016. Em janeiro do ano passado, o Bangu realizou sua pré-temporada no local.

FONTE; GLOBO.COM