Botafogo planeja recuperar pontos no diante do Paraná

 Botafogo planeja recuperar pontos no diante do Paraná


O empate sem gols com o Santos no fim de semana já faz parte do passado no Botafogo. Porém, os jogadores sabem que a necessidade de recuperar os pontos perdidos em casa é real para que o Alvinegro melhore a sua situação na tabela de classificação do Campeonato Brasileiro. Com 21 pontos, a aproximação da zona de rebaixamento preocupa. Justamente por isso o jogo contra o Paraná Clube é visto como importante. As equipes se enfrentam no próximo domingo, às 11h (de Brasília), no Estádio Durival de Britto, em Curitiba (PR), pela 18ª rodada do Brasileirão.

 

“O nosso pensamento é o de recuperar os pontos perdidos contra o Santos e esse jogo com o Paraná é a primeira oportunidade. Sabemos das dificuldades, mas temos que ir a campo com o pensamento de sempre, ou seja, o de ganhar”, disse o volante Rodrigo Lindoso.
O atacante Rodrigo Pimpão pensa de maneira parecida.


“O jogo contra o Paraná vai ser muito complicado, por ser fora de casa, mas perdemos pontos importantes jogando no Rio de Janeiro. Não apenas o empate com o Santos, mas também com Palmeiras, Ceará, Vitória, enfim, pontos que não voltam mais e que devemos buscar de alguma forma reparar quando estivermos longe do Rio de Janeiro. Tenho convicção que o Botafogo pode fazer um bom jogo no domingo”, disse o atacante.


O time para esta partida será definido somente nos últimos treinos da semana. Antes da atividade desta manhã, no Estádio Nilton Santos, o técnico Zé Ricardo conversou com o elenco. Depois ele comandou uma atividade tática dividindo o plantel em quatro grupos. O goleiro Gatito Fernández trabalhou normalmente e tem chances de ser relacionado no domingo, podendo inclusive ser titular. Ele se recupera de lesão no punho direito. Caso assuma o posto, Saulo vai voltar a ser uma opção no banco de reservas do Alvinegro. Ele vem jogando desde que Jefferson se lesionou.


Por falar nisso, a má notícia fica justamente por conta do goleiro Jefferson. Segundo o médico Augusto César, ainda não há previsão de retirada do colete cervical que o arqueiro vem utilizando. Daqui a vinte dias será marcada uma nova revisão. Dessa maneira, o retorno dele aos gramados segue indefinido. No dia 21 de julho ele se chocou com Lucas Paquetá no clássico com o Flamengo e sofreu um trauma no tórax, fratura da cartilagem tireoide, teve um edema nas cordas vocais e teve dois dentes quebrados. Vale lembrar que Jefferson anunciou para o fim deste ano a sua aposentadoria e pode ter poucos jogos por fazer daqui para frente. Contratado em 2009, o goleiro é ídolo da torcida botafoguense. O plantel volta a treinar nesta quinta-feira pela manhã.

FONTE; ESPN / Gazeta Press