É A NOSSA HORA! Coelho mostra confiança no jogo coletivo do Botafogo e mira retorno à seleção

 É A NOSSA HORA! Coelho mostra confiança no jogo coletivo do Botafogo e mira retorno à seleção 
Nome reconhecido no basquete nacional, Henrique Coelho chegou no reformulado elenco alvinegro para a temporada 2018/19. O armador de 25 anos acumula passagens por seleções de base, a disputa de um Sul-Americano Adulto e se credencia como um dos pilares da equipe dirigida por Léo Figueiró.

Natural de Minas Gerais, o atleta disputou o último NBB pelo SESI/Franca, onde teve média de 8 pontos, 9.3 de eficiência e 20 minutos de quadra. Em entrevista, Coelho contou sobre a expectativa para a temporada, seleção brasileira, treinamentos e muito mais. Confira!

JOVEM DESTAQUE DO NBB 2013/14

- Foi muito bom pra mim, evoluí, tive um técnico que me ensinou pontos importantes do basquete, que foi o argentino Romano. Ele me abraçou, foi me dando oportunidades e eu fui correspondendo. No fim, acabei sendo premiado pelo meu empenho. Foi um ano que todos mudaram a forma de ver o Coelho em quadra.   

SUL-AMERICANO DE 2016

Depois que acabaram as seleções de base, onde você concorre só com os atletas da sua idade, botei na minha cabeça que tinha me igualado a todo mundo, inclusive aos caras que eu já via há 10 anos representando o Brasil. Me cobrei bastante, fiz uma temporada muito boa e tive a oportunidade de estar ao lado de grandes jogadores no Sul-Americano. Foi uma experiência muito legal na minha carreira. Agora, com o técnico novo, ainda não tive essa chance, mas sinto que esse ano será muito bom no Botafogo e posso voltar a representar nosso país.

CHEGADA AO BOTAFOGO 

- Depois desse último ano, o Léo me ligou, colocou como seriam as coisas no Botafogo e eu gostei. O time tem tudo para brigar em cima! Foram contratadas peças pontuais, pensando no jogo coletivo e no fortalecimento de todas as ações em quadra. Nosso grupo é muito forte, somos tecnicamente bons e nosso conjunto vai ser ótimo.

RESPONSABILIDADE 

- Levo com naturalidade. Sei que não cheguei no Botafogo do dia pra noite, que foi muito trabalho e venho pra cá todo dia disposto a dar algo a mais pro time. Baseio minhas expectativas no trabalho, assim como a cobrança que tenho comigo mesmo. Sempre vai existir expectativa, mas tenho certeza que estarei preparado na hora de fazer acontecer aqui dentro da quadra. 

TREINAMENTOS 

- Estou muito feliz de estar aqui. O Léo entende muito de basquete, estuda demais e vai ser a primeira vez que estarei jogando num sistema aberto. Já passei por outros clubes com isso, mas nunca como a principal formação tática. Temos muitas opções e estamos no dia a dia pegando o timing das situações. Dá pra perceber que teremos infinitas possibilidades e não precisaremos ficar concentrando a bola em um jogador. Vai ser muito difícil marcar a gente nesse campeonato. 

COMPANHEIROS 

- Joguei com Cauê e o Ralfi e posso dizer ques são pessoas ótimas, assim como consigo sentir isso de todo o elenco nessa pré-temporada. O cara quando tá aqui, ele tem que pensar nele, mas precisa entender que o Botafogo é mais importante que o Cauê, o Ralfi, o Léo ou o Coelho. Aqui, os jogadores entendem isso, ficam felizes quando tem um parceiro matando bola e vivendo um bom momento no jogo. Essa questão é fundamental para o Botafogo crescer como equipe. 

TÍTULOS

- Todo mundo chegou bem no Botafogo, já fizemos boas temporadas, mas falta título pra gente. Temos que ganhar título. Você vê que na NBA tem jogador se sujeitando a ganhar quase nada pra ganhar um anel. É admirivável e todo jogador tem que pensar isso. Dinheiro todos vão ganhar, boas temporadas todos terão, prêmios individuais muitas vezes também podem acontecer, mas nada marca mais a carreira de um jogador do que fazer história sendo campeão. Temos uma ótima estrutura aqui, bons jogadores, um técnico que entende muito, um grupo unido, uma torcida que vai chegar junto e não temos do que reclamar. O Estadual é uma grande oportunidade de iniciar a temporada com título e é agora, é nossa hora!

LÉO FIGUEIRÓ CAMPEÃO DE 1991

- Ele fala bastante sobre essa conquista e todo mundo para pra ouvir. Esse pensamento vitorioso é muito vivo na gente e temos certeza que somos capazes. Todos os dias, nosso time vem treinar pensando em ser campeão, focado em ser campeão, não interessa que faltava um mês e agora faltam duas semanas, é um objetivo grande que move esse elenco. 

O QUE ESPERAR DO COELHO

- Intensidade, raça, aplicação e inteligência podem ter certeza que não vão faltar. Na última temporada, aumentei minhas médias de assistências, bolas de dois e bolas de três, então a torcida pode vir esperando um reportório grande!(risos).

O Botafogo, de Coelho, estreia no Campeonato Estadual no dia 18, em General Severiano, contra o Flamengo. Vamos com tudo! 

FONTE; SITE BOTAFOGO