DUPLA DE SELEÇÃO Atacantes Matheus Nascimento e Jhonnatha celebram convocação para a Seleção Sub-15

 DUPLA DE SELEÇÃO Atacantes Matheus Nascimento e Jhonnatha celebram convocação para a Seleção Sub-15 
A Copa do Mundo da Rússia chegou ao fim. É o momento direcionar os olhares para frente e trabalhar o futuro do futebol brasileiro. Pensando nisso, a CBF anunciou a lista de convocação da seleção Sub-15 para um período de treinamentos na Granja Comary, de olho no Sul-Americano da categoria em 2019. Como prova do grande trabalho que vem sendo realizado em suas categorias de base, o Botafogo emplacou dois nomes na convocatória feita pelo treinador Paulo Victor Gomes.

Os atacantes da geração 2004 alvinegra, Matheus Nascimento e Jhonnatha foram chamados e ficarão com a Seleção durante os dias 22 a 27 de julho. A dupla do Glorioso foi destaque na conquista do Campeonato Metropolitano de 2017. Juntos, eles foram responsáveis por 32 gols no torneio. Jhonnatha marcou 12 vezes e Matheus Nascimento ficou em terceiro lugar na briga pela artilharia, anotando 20 gols durante a competição.

Essa é a primeira convocação da dupla, que é totalmente identificada e possui o Botafogo como o primeiro e único clube da carreira. Matheus Nascimento, por exemplo, iniciou a sua trajetória aos 8 anos na TROPS, parceira do Alvinegro e que funciona como um núcleo oficial do clube em Várzea das Moças, em Niterói. Federado pelo Alvinegro desde os 12 anos, Matheus se mostrou feliz pela notícia e festejou o chance de estar com a Seleção junto com o amigo de clube. 

- Fiquei muito feliz quando soube da convocação. Representar o nosso país e o Botafogo com a camisa da Seleção Brasileira é uma sensação única, um sonho que está sendo realizado. Eu e o Jhonnatha estamos entrosados há um bom tempo e isso pode nos ajudar a fazer um ótimo período de treinos. - disse Matheus. 

á para Jhonnatha, o Botafogo foi a porta de entrada para o futebol. O jovem, que antes só atuava em campeonatos de várzea, foi observado pelo departamento de captação em um projeto parceiro do clube em Itaboraí quando ainda tinha 12 anos e hoje é um dos destaques da geração 2004.

- É um sentimento inexplicável. Há dois anos eu jogava na várzea, nunca imaginaria uma convocação para Seleção tão cedo. Sou muito grato ao Botafogo, o clube e todos os que trabalham aqui me ajudaram demais nessa conquista. - afirmou o atacante.

FONTE; SITE BOTAFOGO